livros

 
DSC_0019.jpg

sobre

Rodolfo Lemos é escritor, poeta, compositor e ator. Rodolfo começou a escrever ainda pequeno, aos 10 anos, mas, foi em 2009, passou a atuar profissionalmente com a arte como ator e escritor. É autor das obras infanto-juvenis “Meninos sem Sombra” (2015), “Juca e Brisa”(2016), “Suspiro”(2017) e “O menino árvore”(2018). 

Em suas obras, busca trabalhar questões humanas e complexas como as diferenças sociais, aceitação, comportamento e até a morte de uma forma poética e leve, a fim de levar temas difíceis de lidar com ludicidade para crianças e adolescentes. Já ministrou oficinas de escrita literária, princípios da atuação e mediou rodas de conversa sobre narrativas de histórias e literatura. É profundamente interessado nas relações entre campos artísticos - como a literatura, a música e o teatro - para construir uma única obra.

É ator, produtor e fundador do Grupo Risco de Teatro. Integrou equipe de produção e coordenação de festivais como o IV Festival Brasileiro de Teatro Toni Cunha (2015) e o 10º Itajaí em Cartaz (2016). Em 2017 coordenou e atuou no projeto Risco de Contágio – Circulação de repertório, realizado pelo Grupo Risco de Teatro através da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Itajaí. É colaborador técnico da Vila Sete Zero Cinco – Um espaço de arte mantido desde 2016 que abriga os coletivos Grupo Risco de Teatro, Cia Experimentus teatrais, MASS Produção, Karma Coletivo, NuAr Musical e suas produções.

 
DSC_0019.jpg

Ouça o audiolivro de A Menina Guarda-chuva! Obra de autoria de Rodolfo Lemos com ilustrações de Isadora Beagle.

Este audiolivro foi produzido como parte do projeto “A MENINA GUARDA CHUVA” - Projeto Cultural nº 17171/2019  - Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Itajaí.

 

Voz: Mariana Feitosa.

A Menina Guarda-chuvaArtist Name
00:00 / 01:57

oficinas

Rodolfo Lemos oferece oficinas de teatro para crianças e adultos e iniciação literária para crianças. Nas oficinas de literatura, trabalha exercícios de escrita, exercícios de improviso e compartilha métodos que encontrou para buscar a inspiração para suas histórias além de seu processo de escrita. Entre em contato para saber mais e contratar!

 

“Quando a gente fica grande, perde o interesse de imaginar e fugir pro mundo dos sonhos. Quando escrevo é pela vontade de voltar a ser criança, pra poder estar de novo nas fantasias e aventuras que minha imaginação me permite”.